Auxílio-gás: Faça parte dos milhões de brasileiros que conseguiram sem sair de casa

O gás de cozinha pesa no orçamento da sua família? Com o Auxílio-gás os seus problemas acabam!

Anúncios

Isso porque, por meio deste programa o seu botijão de gás pode sair de graça, uma vez que o valor corresponde a 100% do valor do botijão de 13kg, segundo a média nacional.

E, o auxílio é pago a cada dois meses, o suficiente para manter a sua família abastecida, e garantir o acesso à alimentação!

Quer saber mais sobre essa opção? Então confira o conteúdo abaixo!

Quem tem direito ao Auxílio-gás?

Para ter direito ao Auxílio-gás é preciso obedecer ao critério básico de renda, que determina limite de até meio salário mínimo por integrante do grupo familiar.

Além disso, é crucial que a família tenha cadastro atualizado no CadÚnico, uma vez que a seleção de beneficiários ocorre por meio dele.

Vale dizer que beneficiários do Bolsa Família têm direito ao benefício, de modo que o recebimento de um auxílio não exclui a possibilidade do outro.

Não fui selecionado ainda: por quê?

Conforme explicamos anteriormente, a seleção das famílias para recebimento do Auxílio-gás ocorre através do CadÚnico.

Então, não é preciso fazer nenhum cadastro extra, bastando aguardar pela seleção automática, que ocorre através de ciclos mensais.

Essa seleção avalia a base de dados do Cadastro Único, e identifica quais famílias cumprem os critérios de elegibilidade do programa.

Portanto, se você ainda não é um beneficiário, basta aguardar, pois é provável que sua família passe pela seleção no próximo ciclo.

Mas, se já passou um tempo e não houve resultado, busque atualizar o seu cadastro no CadÚnico, a fim de atender os critérios, e assim garantir a elegibilidade da sua família.

Veja como usar seu benefício 

O Auxílio-gás é pago por meio de auxílio financeiro, com depósito a cada 2 meses, ocasião em que as famílias recebem o valor equivalente a 1 botijão de gás de 13kg.

Isso significa que, se a média nacional estiver em R$ 120,00, este será o valor depositado como benefício.

Este depósito pode ocorrer em uma conta corrente ou poupança Caixa, ou, se o beneficiário não tiver conta, o benefício cairá em Poupança Social Caixa, com abertura automática.

Esse depósito se converte em saldo, possibilitando o uso do valor para fazer transferências, saques ou até pagamento com cartão de débito.

Assim, você consegue custear o gás de cozinha da sua família, que pode sair até mesmo de graça, a depender dos preços da sua região!

SAIBA MAIS SOBRE O AUXÍLIO-GÁS
Acesse o Gov.br para acessar demais informações do benefício
CONTINUAR