Pagar o mínimo ou parcelar fatura do cartão de crédito? Qual a melhor opção!

Quem aí já se enrolou com cartão de crédito? Vem saber qual a melhor opção: pagar o mínimo ou parcelar a fatura do cartão!

Anúncios

Eu tenho quase certeza que você usa – ou pelo menos já usou – cartão de crédito em algum momento da sua vida, né? Apesar de ser um método de pagamento que muitas pessoas possuem certas ressalvas levando em consideração pontos como equilíbrio financeiro, não dá para negar que o cartão de crédito é uma das opções mais amadas – e utilizadas – pelos brasileiros na hora de adquirir algo, como móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e até mesmo viagens.

Mas como você já deve saber, o cartão de crédito está longe de ser um mar de flores. Muito pelo contrário.

Apesar de ser uma opção bem prática e que pode até mesmo nos salvar em momentos de aperto, é necessário ter em mente que o cartão de crédito pode oferecer uma série de situações que, caso você não tenha controle financeiro, você pode acabar se enrolando.

E uma das principais delas é quando o valor da fatura ultrapassa o seu saldo e você, para fugir dos temidos juros, se vê em um dilema: pagar o mínimo ou parcelar a fatura do cartão de crédito?

É justamente sobre essa questão que nós decidimos falar no conteúdo de hoje! Aqui, vamos falar um pouco mais sobre cada uma das opções e vamos descobrir juntos qual é o melhor caminho a ser tomado em uma situação como essa.

Pagar o mínimo ou parcelar fatura do cartão de crédito? Entenda melhor cada uma das opções

Pagar o mínimo ou parcelar fatura do cartão de crédito? Descubra a melhor opção! | Reprodução: Celos

Já conhece essas duas opções de pagamento de cartão de crédito ou ainda não está tão familiarizado com essas práticas? 

Se a sua resposta foi sim para a segunda pergunta, pode ficar tranquilo(a)! Antes de entrarmos na questão de qual das duas é a melhor opção para você e para o seu bolso, vamos te contextualizar brevemente sobre cada uma delas.

Pagar o mínimo da fatura do seu cartão de crédito

Quando você recebe a fatura do seu cartão de crédito, geralmente há um valor mínimo que você precisa pagar para manter sua conta em dia. Esse valor mínimo é uma pequena parte do total da fatura, normalmente cerca de 15% a 20% do valor total.

Pagar apenas o mínimo pode ser tentador, pois alivia temporariamente a pressão financeira, mas há um grande problema: o restante do valor não pago é adicionado ao próximo mês com juros altos. Isso significa que você vai pagar muito mais a longo prazo e pode se endividar rapidamente se continuar fazendo isso regularmente.

Parcelar a fatura do seu cartão de crédito

Parcelar a fatura é uma opção oferecida por muitos emissores de cartão de crédito. Em vez de pagar o valor total da fatura de uma só vez, você pode dividir o valor em parcelas menores ao longo de vários meses.

Essas parcelas geralmente têm uma taxa de juros menor do que a taxa de juros normal do cartão de crédito. Isso pode ser uma opção útil se você não pode pagar a fatura integralmente, mas ainda deseja evitar os juros altos que acumulariam se você pagasse apenas o mínimo. No entanto, lembre-se de que, mesmo com taxas de juros mais baixas, ainda haverá custos adicionais ao parcelar a fatura.

Pagar o mínimo ou parcelar a fatura? Confira alguns dos principais prós e contras de cada opção

Pagar o mínimo ou parcelar fatura do cartão de crédito? Descubra a melhor opção! | Reprodução: Me Poupe

Para te ajudar a entender melhor cada uma das opções, decidimos listar alguns dos principais prós e contras de cada opção!

Pagar o mínimo da fatura

Prós

  • Alívio imediato: Ao pagar apenas o valor mínimo da fatura, você evita atrasos imediatos no pagamento e não terá que enfrentar as consequências negativas de um pagamento em atraso, como multas e impacto na sua pontuação de crédito.
  • Preserva o crédito: Enquanto o pagamento mínimo for efetuado dentro do prazo, sua conta não será considerada em atraso, o que pode ajudar a manter uma boa pontuação de crédito.

Contras

  • Altos Juros: O saldo restante na fatura é cobrado com taxas de juros muito altas, muitas vezes acima de 15% ao mês. Isso significa que você pagará uma quantia significativamente maior ao longo do tempo devido aos juros, tornando-o uma opção dispendiosa.
  • Endividamento: Pagar apenas o mínimo regularmente pode levar ao acúmulo de dívidas rapidamente, uma vez que você não está reduzindo efetivamente o saldo principal do cartão.
  • Ciclo Vicioso: Isso pode criar um ciclo vicioso em que você continua pagando apenas o mínimo, acumulando mais dívidas e, eventualmente, tendo dificuldade para pagar o que deve.

Parcelar a fatura

Prós:

  • Gerenciamento de pagamentos: Parcelar a fatura divide o valor total em parcelas menores e previsíveis, o que facilita o gerenciamento de pagamentos e o planejamento financeiro.
  • Taxas de juros menores: Geralmente, as taxas de juros ao parcelar a fatura são mais baixas do que as taxas de juros normais do cartão de crédito. Isso significa que você pagará menos em juros em comparação com pagar apenas o mínimo.
  • Preserva o crédito: Como você está fazendo pagamentos regulares e previsíveis, seu histórico de crédito pode ser menos prejudicado em comparação com atrasos no pagamento.

Contras

  • Custos Adicionais: Embora as taxas de juros sejam menores, ainda haverá custos adicionais associados ao parcelamento da fatura. Você pagará juros sobre as parcelas, o que aumenta o custo total.
  • Compromisso de Longo Prazo: Ao optar pelo parcelamento, você se compromete a fazer pagamentos ao longo de vários meses. Isso pode limitar sua flexibilidade financeira, pois você deve destinar uma parte de sua renda para os pagamentos mensais.
  • Potencial para Gastos Irresponsáveis: Saber que você pode parcelar a fatura pode levar a gastos excessivos no cartão de crédito, aumentando a dívida.

Afinal, qual é a melhor opção? Pagar o mínimo ou parcelar a fatura do cartão de crédito? 

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre como cada uma das opções funcionam, chegou a hora da verdade: afinal, qual a melhor opção: pagar o mínimo ou parcelar a fatura do cartão de crédito?

É claro que a resposta para essa pergunta é individual e vai da realidade de cada um, mas levando em consideração os pontos apresentados aqui, parcelar a fatura é uma alternativa mais gerenciável, mas você ainda pagará juros.

A melhor prática é sempre tentar pagar o valor total da fatura dentro do prazo para evitar juros e dívidas crescentes. Se isso não for possível, então parcelar a fatura pode ser uma opção melhor do que pagar apenas o mínimo.

Gostou do conteúdo que preparamos hoje? Então aproveite para ler também Conheça o Auxílio-Inclusão à Pessoa com Deficiência

Trends