Desenrola Brasil: Novo Programa do Governo Federal para Ajudar a se Livrar das Dívidas

O Ministério da Fazenda lançou no dia 5 de junho o Programa Desenrola Brasil, que visa diminuir o número de inadimplentes no país.

Anúncios

As dívidas estão se acumulando e tirando seu sono, sua paz e até mesmo sua alegria? Calma, não é só você que se encontra nessa situação. 

Você sabia que o número de brasileiros endividados bateu o recorde entre o final de 2021 e meados de 2023?

Segundo um levantamento do Serasa, 69,43 milhões de pessoas entraram no ano de 2023 inadimplentes. 

A boa notícia é parte dessas pessoas terão a oportunidade de negociar suas dívidas com muita facilidade e um descontão?

Quer saber como? Dando um spoiler, é com a ajuda do Programa Desenrola Brasil, o novo programa do governo federal.

Para conhecer mais detalhes sobre ele e descobrir como participar, continue a leitura até o fim. 

Como funciona o Programa Desenrola Brasil?

Com esse programa, você poderá desenrolar e jogar suas dívidas para o “ladinho”. 

Ele é destinado para brasileiros com dívidas pequenas, ou seja, até R$5 mil. 

Uma das principais características é que seu funcionamento depende da adesão dos credores, dado que, as dívidas são privadas.

Portanto, para quitar sua dívida com alto desconto e parcelas que cabem no seu orçamento, é indispensável que a empresa em que está devendo participe do Programa Desenrola Brasil. 

Além disso, a porcentagem do desconto dependerá das credoras, mas o governo federal acredita que será possível negociar com ótimos descontos.

Uma vez que as empresas credoras terão garantia do Tesouro Nacional caso o devedor não consiga pagar a dívida. 

Essa garantia incentivará os credores a aderir ao programa e também a oferecer descontos consideráveis para os consumidores.

O governo categorizou as dívidas em 3 faixas, sendo a 1 e 2 as principais. O seu funcionamento será parecido com um feirão do limpa nome, mas em forma de leilão, a ideia é que várias dívidas sejam renegociadas ao mesmo tempo.

Principais diferenças entre a faixa 1 e a faixa 2

Vejas as atualizações das regras na MP nº 1.176 de 5 de junho de 2023 que institui o Desenrola Brasil

A empresa que oferecer os maiores descontos ficará apta a participar do programa e receber os benefícios. 

Ainda não saiu a lista das empresas que participarão do Programa Desenrola Brasil, no entanto, o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, já adiantou que o Banco do Brasil participará.

Além disso, o presidente da Febraban elogiou a iniciativa e reforçou a responsabilidade dos bancos em participar. 

Enfim, o plano do governo federal é que empresas de diferentes setores participem dos programas, principalmente do varejo, que onde a maioria dos brasileiros acumula suas dívidas. 

Como as dívidas serão pagas no Programa Desenrola Brasil?

O valor acordado pode ser pago à vista ou financiado em até 60 meses. O pagamento pode ocorrer via débito em conta, boleto bancário ou Pix. 

Quem optar pelo parcelamento pagará uma taxa de juros de 1,99% ao mês, mas terá até 30 dias para pagar a primeira parcela. 

O pagamento à vista é realizado por meio de uma plataforma, em seguida, o valor é repassado para as empresas credoras.

Quem pode renegociar suas dívidas no programa?

Como já foi citado, para participar do programa o devedor precisa ter dívidas de no máximo R$5 mil. 

Fora isso, não deve receber mais do que 2 salários mínimos (no caso dos devedores com dívidas da faixa 1) ou estar inscrito no CadÚnico.

Isso ratifica que o grande público do Programa Desenrola Brasil também serão as famílias beneficiárias do Bolsa Família. 

Ainda é importante destacar que dívidas relativas a crédito rural, financiamento imobiliário e que possuem garantia real não serão contempladas na faixa 1.

Com o Programa Desenrola Brasil você terá a oportunidade de se ver livre das dívidas e organizar sua vida financeira.