Como retirar medicamentos gratuitos pelo Programa Farmácia Popular

O Programa Farmácia Popular é uma iniciativa que ajuda na manutenção da saúde de milhões de brasileiros. Veja como retirar medicamentos.

O programa Farmácia Popular é uma ótima iniciativa do governo, no que diz respeito ao cenário de saúde da população brasileira.

Anúncios

As pessoas estão cada vez mais doentes, e os medicamentos mais caros e menos acessíveis, principalmente para tratamento contínuo, entre outras situações.

Por isso, é importante ficar atento aos programas do governo para qualquer área da vida, afinal isso é direito constitucional.

Neste artigo você vai conhecer mais como ter acesso aos medicamentos disponibilizado no programa Farmácia Popular.

Não deixe de conferir! 

Programa farmácia popular: Conheça mais sobre ele 

Programa Farmácia Popular

A princípio, o PFPB (Programa Farmácia Popular do Brasil) é uma iniciativa do governo federal que tem o intuito de disponibilizar e acrescentar medicamentos de ordem primária para a saúde dos brasileiros.

Dessa forma, isso é feito através das drogarias e farmácias da rede privada conveniada ao programa.

Assim, além das unidades básicas de saúde ou farmácias municipais, a pessoa poderá pegar esses medicamentos em outros estabelecimentos credenciados no PFPB.

O programa oferece medicamentos de forma grátis para tratamento e auxílio dos seguintes casos:

  • Diabetes;
  • Asma;
  • Hipertensão;
  • Osteoporose;
  • Rinite;
  • Doença de Parkinson;
  • Anticoncepcionais;
  • Glaucoma;
  • Fraldas geriátricas.

Entretanto, é importante destacar que os medicamentos para dislipidemia, rinite, doenças de Parkinson, glaucoma e o acesso a fraldas geriátricas são subsidiados.

Ou seja, o Ministério da saúde paga até 90% do custo dos medicamentos e o cidadão paga o restante considerando o valor praticado pela farmácia.

No total o programa atende a mais de 11 doenças.

Vale ressaltar também que os beneficiários do Bolsa Família têm acesso aos medicamentos que estão disponíveis no programa, gratuitamente.

+ Programa Dignidade Menstrual: veja se tem direito a retirar absorventes gratuitamente

Como conseguir os medicamentos do Programa Farmácia Popular?

Em primeiro lugar, o beneficiário precisa ir até uma farmácia credenciada ao programa e seguir os seguintes passos:

  • Documento original com foto e CPF ou RG que tenha o número do CPF;
  • Receita médica que esteja no prazo de validade, tanto no SUS quanto em serviços particulares;
  • Se for beneficiário do Bolsa Família isso ocorrerá automaticamente, pois os dados já estão no sistema, não necessitando do cadastro prévio.

Pessoas acamadas ou impossibilitadas de comparecerem ao local:

Com relação aos pacientes que estão de cama ou impossibilitados de ir pessoalmente à farmácia, o representante legal ou procurador deverá ir até o estabelecimento conveniado.

Desse modo, a pessoa vai procurar uma farmácia com a logomarca do Programa Farmácia Popular do Brasil e proceder da seguinte forma:

  • Apresentar a receita médica no prazo de validade, seja SUS o particular;
  • Documento com foto e CPF;
  • Se for menor de idade, apresentar a certidão de nascimento ou RG.

+ 8 aplicativos do governo que vão facilitar sua vida em diferentes aspectos

Representante legal:

  • Documento original com foto ou RG que contenha o CPF;
  • Declaração judicial;
  • Deve ter em mãos a procuração que dê ao representante legal plenos poderes ou no caso específico para retirada de medicamentos;
  • Procuração de reconhecimento de firma que lhe der autoridade para retirada dos medicamentos;
  • Posse da identidade civil que de a responsabilidade pelo indivíduo menor de idade titular da receita médica.

Programa Farmácia Popular do Brasil: lista de medicamentos 

Veja a lista de medicamentos disponibilizados pelo programa, tanto os gratuitos quanto os subsidiados.

Asma:

  • Brometo de ipratrópio de 0,02 a 0,25 mg;  
  • Dipropionato de beclometasona de 50 a 250 mcg;  
  • Sulfato de salbutamol, de 5mg a 100mcg.   

Diabetes

  • Cloridrato de metformina, de  500 a 850 mg – ação prolongada;
  • Glibenclamida 5mg;  
  • Insulina humana regular 100ui/ml.

Hipertensão:

  • Atenolol 25mg;
  • Besilato de anlodipino 5mg;
  • Captopril 25mg;
  • Cloridrato de propranolol 40mg;
  • Hidroclorotiazida 25mg;
  • Losartana potássica 50mg;
  • Maleato de enalapril 10mg;  
  • Espironolactona 25 mg;
  • Furosemida 40 mg; 
  • Succinato de metoprolol 25 mg.

Anticoncepção: 

  • Acetato de medroxiprogesterona 150mg; 
  • Etinilestradiol 0,03mg mais levonorgestrel 0,15mg;
  • Noretisterona 0,35mg;  
  • Valerato de estradiol 5mg mais enantato de noretisterona 50mg.  

Osteoporose;

  • Alendronato de sódio 70mg.  

Medicamentos subsidiados em até 90% do valor total 

Dislipidemia: 

  • Sinvastatina de 10mg a 40mg.

Mal de Parkinson:

  • Carbidopa 25mg mais levodopa de 250mg a 100mg.

Glaucoma: 

  • Maleato de timolol 2,5mg a 5mg.

Rinite: 

  • Budesonida 32mcg a 50mcg;  
  • Dipropionato de beclometasona 50mcg/dose. 
  • DM ii mais doenças cardiovasculares (65 anos) Dapagliflozina 10 mg.

Conclusão

Você viu que o programa Farmácia Popular oferece boas alternativas de medicamentos e bem acessíveis.

Por isso, é sempre bom ficar atento às iniciativas do governo em prol da sociedade, muitas vezes as pessoas não aproveitam os benefícios por não buscarem informações a respeito.

Por fim, não se esqueça de compartilhar essas informações com outras pessoas que ainda não sabe, e por isso acabam perdendo ótimas oportunidades de gratuidade nos medicamentos.